Energia Solar gera mais empregos do que petróleo, carvão e gás nos EUA

O segundo relatório anual dos EUA sobre Energia e Emprego (USEER em inglês) do Departamento de Energia dos EUA (DOE em inglês) mostrou que em 2016, a energia solar empregava mais pessoas do que o tradicional carvão, gás e petróleo juntos.

“Proporcionalmente, o emprego solar é responsável pela maior parcela de trabalhadores no setor de geração de energia elétrica”, diz o relatório, divulgado em 13 de janeiro. Isto é em grande parte devido à construção relacionada à construção significativa de usinas e placas solares em residências e indústrias, para geração solar.

No setor de geração de energia elétrica, o relatório descobriu que a energia solar empregou 374 mil pessoas no ano de 2016, o que representa 43% do número de trabalho do setor, enquanto os combustíveis fósseis tradicionais combinados empregavam 187.117, perfazendo 22% do número de trabalho.

Energia verde viu um impulso como os dados mostraram e os empregos de eficiência energética aumentou de 133.000 para um total de 2,2 milhões. Desde 2015, o emprego na indústria solar aumentou 25%, somando 73 mil novos empregos, enquanto o emprego de energia eólica teve um aumento de 32%, tornando-se a terceira maior força de trabalho no setor de geração de energia elétrica, empregando 100 mil pessoas.

O relatório também mostrou uma tendência ascendente nos empregos de eficiência energética em outras indústrias. Os dados mostraram que cerca de 32 por cento da indústria de construção dos EUA estava trabalhando em projetos de energia ou construção de energia eficiente. Dos 2,4 milhões de pessoas que trabalham na indústria de veículos motorizados, o relatório identificou 260 mil postos de trabalho de veículos de combustível alternativo, um aumento de 69 mil postos de trabalho no último ano.

O USEER também pesquisou empregadores de energia em todo os EUA para obter uma previsão de crescimento do emprego projetado em 2017. Os resultados previram um aumento na contratação em muitas indústrias no setor de energia, empregadores de eficiência energética projetando a maior taxa de crescimento nos próximos 12 meses, Sugerindo um aumento de 9 por cento em todo o setor, ou cerca de 200.000 postos de trabalho. O setor de combustíveis, por outro lado, prevê um declínio de 3% durante 2017.

“Este relatório verifica o papel dinâmico que nossas tecnologias e infraestrutura de energia desempenham em uma economia do século XXI”, disse em um comunicado de Washington o assessor sênior de Política Industrial e Econômica do DOE, David Foster. “Seja produzindo gás natural ou energia solar a preços cada vez mais baixos ou reduzindo nosso consumo de energia através de redes inteligentes e veículos eficientes em termos de combustível, a inovação energética está se provando como o principal mecanismo de crescimento econômico na América”.

One Reply to “Energia Solar gera mais empregos do que petróleo, carvão e gás nos EUA”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.